Se não tiver uma Conta de Email não leia este artigo! Por favor, siga sem sequer “espreitar”…

É isso mesmo. Se não tiver uma conta de email, pessoal e especialmente profissionalmente, então não continue a ler este artigo. Além de o achar completamente descabido, irá ocupar alguns minutos do seu tempo precioso e longe de mim ser o causador.

Eventualmente, isso irá suceder, mas vou arriscar a fazer uma aposta. 99% das pessoas que lerem este artigo no site da APPM terão uma conta de email. Não estou a dizer que todos verificam a sua inbox todos os dias. Mas que tenham uma conta de email criada por algum motivo. É incontestável que a maioria de nós terá alguma vez criado uma conta de email apesar da maioria abominar dize-lo. Outros quereriam e optam por outras formas de contacto entre os seus pares ou amigos. Plataformas completamente novas foram criadas para eliminar de vez o email enquanto meio de comunicação. Verdadeiras massas de profissionais vaticinaram há muito que o email “morreu” enquanto forma de comunicação.

Fora os Clichés

Não vou voltar ao mesmo porque é desnecessário. Dizer que o email morreu já é um cliché e não quero entrar nessa guerra. Cada lado tem as suas razões e não as refuto.

Uma coisa é certa. Para a maioria dos marketers, o email não é tão sexy quanto outras formas de comunicação digital. Não está trendy. Não é sonante na mesa de aprovação de estratégias de marketing e começou a ser o parente pobre na divisão de budgets para cada sector.

Há um tempo atrás eu lutaria e argumentaria até à exaustão que valeria a pena dar atenção a esta forma de comunicar ainda nos dias de hoje. Hoje não o faço! Talvez maturidade, talvez cansaço. Talvez simplesmente porque desisti de tentar fazer ver aos marketers e decisores que a comunicação não deve ser feita baseada em modas. Deve ser feita com estratégia, coerência, resultados e acima de tudo com conhecimento dos mercados em que atua. Conhecer o seu cliente.

Desde 1998 que trabalho em email marketing, criando em conjunto com uma equipa fantástica a maior base de dados permission based de subscritores de língua portuguesa e espanhola do mundo. Um feito incrível para uma startup que lutava desde a Europa contra uma concorrência com 30 vezes a nossa dimensão. Tendo este histórico, claro que sou um apaixonado do email. Assim como devo dizer que seria do marketing direto tradicional. O email mais não é que marketing direto enviado de forma eletrónica e que por isso mesmo envolve um pouco mais de tecnologia, maior rapidez e tracking.

Mas os tempos mudaram. Agora o foco e o termo na moda já não é B2B, B2C ou qualquer jargão deste tipo. É o “Eu” individual que não quer ser considerado mais um na comunicação massiva. E eu digo que concordo! De facto assim é. Mas o marketing, seja qual for o meio tem que sempre ter como objetivo mais puro, a conversação entre uma entidade, sendo ela constituida por pessoas, para uma pessoa. Assim sendo, deve ser sempre pessoal! Somos humanos. Não uma base de dados. Não somos uma folha de excel. Não somos um cluster como me diverte tanto de ouvir. Portanto, desde sempre que existe bom e mau marketing. E sempre existiu bom e mau email marketing! O que tem vindo a “morrer” e dou graças por isso é o mau email marketing. E o maior causador dessa mudança é VOCÊ. Sim, os ESP’s (Email Service Providers) têm vindo a “apertar” o acesso à sua Inbox, com filtros e Tabs e demais formas de tentar minimizar a frequência com que importunam a sua atenção. Mas o verdadeiro responsável pelo atual estado do email marketing é VOCÊ. E por isso quero agradecer-lhe.

OBRIGADO!

É a razão pela qual continuo a ter ótimas reações ao meu email marketing. É a razão porque continuo a ter o segundo melhor resultado em retorno imediato e o primeiro melhor resultado em retorno de médio-longo prazo. Obrigado!

É por esta situação que hoje em dia, startups tecnológicas ou não privilegiam o email marketing como forma de comunicação primordial para alimentar, nutrir e manter a sua tribo de clientes fieis que por sua vez espalham a palavra e disseminam a sua marca. É por isso que tantas empresas hoje em dia, saem do seu pedestal e enviam um email humano diretamente do João Costa, ou da Maria Pinto, ou da Marta Santos… Emails verdadeiros que podemos responder diretamente e realmente serem lidos. É por isso que adoramos quando as nossas respostas têm uma resposta direta e simples… Humana! É por isso que adoramos receber AQUELE email. Sim, esse email que funciona, que traz resultados.

Sou inspirado todos os dias pelas respostas que tenho dos emails que envio e recebo resultados. Sejam respostas, cliques, reenvios, aberturas, re-aberturas e re-re-aberturas. Sim, leem vezes sem conta e isso faz-me sorrir. Estou a fazer um bom trabalho. Não porque estou a atingir KPI’s (que os estou), mas acima de tudo porque o foco é no que VOCÊ quer ler, quer receber, quer saber. E quando consigo isso, sou presenteado com a sua satisfação e com a promessa implícita de que vai abrir a minha próxima mensagem. Mais uma vez OBRIGADO! Prometo que vou tentar não desiludir.

Mas não quero ficar por aqui. Quero contaminar da melhor forma o máximo de marcas e empresas possíveis. Quero passar esta forma de fazer email marketing para o maior número possível de profissionais. É por isso com imenso prazer que aceitei o desafio da APPM e da IFE para ser um dos formadores de um dos cursos da Marketing Academy dedicado ao email marketing.

Aceitei principalmente por estes motivos:

1. Conforme disse acima, quero influenciar outros profissionais a terem esta forma de comunicar com os seus clientes por email. Quero que saibam como personalizar não uma comunicação massiva, mas uma comunicação lançada em grande escala e no entanto, humana. Isso só se consegue com a aplicação de práticas, tecnologia, know-how e… muito bom senso.

2. Porque os esforços da APPM (disclosure: sou um dos Membros da Direção) têm sido continuamente voltados para encontrar soluções viáveis para que os seus membros e toda a comunidade do marketing em Portugal evoluam nas suas carreiras e acima de tudo no seu conhecimento para continuar a fazer bom marketing nas suas várias vertentes.

3. Porque todos estes cursos da Marketing Academy são pensados para serem intrínsecamente práticos e não propriamente teóricos. Isso deixa-me com a certeza que vou conseguir que VOCÊ sinta que realmente pode colocar em prática o que vou partilhar. Vamos explorar em conjunto todos os conceitos e verá que fazer bem não é difícil. Aliás é a única forma.

Portanto, lanço o desafio. Quer conhecer este lado do email marketing que para além de manter um grupo de clientes fieis, consegue lhe aportar mais negócio, mais vendas e mais retorno?

Avatar of Rui Nunes
Siga-me Aqui

Rui Nunes

CEO & Founder at sendXmail & Zopply
Rui Nunes é o CEO e Founder do Zopply e sendXmail focado na presença online eficaz para as marcas com estratégias de marketing online dirigidas para resultados. Com mais de 14 anos de experiência em Permission Email Marketing e Estratégias de Marketing Digital com foco em Resultados, partilha o seu conhecimento através de gatherings, workshops e cursos variados.
Avatar of Rui Nunes
Siga-me Aqui

Add a comment

Arquivo

Próximos Eventos

  • Nenhum evento

Assine a Newsletter:

  • Conheça semanalmente todas as ofertas que temos para si.