Um país Governado por Profissionais de Marketing?

A ideia romântica de um dia termos Portugal governado por uma equipa de Marketers foi lançada por Rui Ventura, Presidente da Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing (APPM), no último Congresso Nacional de Marketing.

Vermos um dia um governo composto por Marketers pode parecer-nos uma ideia atrevida, ousada, mas tem força suficiente para fazer-nos acreditar que os resultados trariam decerto desenvolvimento e progresso para Portugal, senão vejamos.

O profissional de marketing tem no seu ADN uma visão estratégica e operacional constante. Incorpora rotinas que lhe permitem identificar oportunidades, detectar problemas, e criar soluções que integrem os diferentes elementos de um projeto numa decisão conjunta.

Das suas tarefas mais relevantes, salientam-se a concepção e o desenvolvimento de ideias que ajustem produtos e serviços aos clientes, aumentando o valor final para ambos – organizações e clientes. Um país governado por profissionais de marketing teria este cuidado incessante.

O principal objetivo do nosso trabalho é garantir que se aja sempre numa óptica de mercado, adequando os recursos necessários às exigências dos clientes, às exigências do momento e ao objectivo a que nos propusemos. Aparentemente, nada mais conveniente para a condução dos destinos de um país.

Mas são várias as valências que os profissionais de marketing detêm, e que podemos juntar à fundamentação desta ideia romântica. Pensemos, por breves instantes, em algumas daquelas que mais úteis seriam para o governo de um país:

  • Uma visão de 360º - Trabalhamos em contínua interação com todas as áreas estratégicas e operacionais. Temos uma visão privilegiada do negócio, conseguimos ver o todo como um todo, e não como o somatório de apenas algumas das partes. Um país é um todo, e necessitará sempre de uma abordagem global, de uma abordagem em 360º.
  • A importância dos Estudos de Mercado - Sabemos, como poucos, o relevo que a informação correta tem na definição do caminho certo para o sucesso de um projeto. A informação certa, no momento certo, dá-nos uma clarividência única para a escolha da melhor estratégia. Esta escolha fundamentada em números, que refletem a realidade, determina a eficiência das nossas opções.
  • Identificar Tendências - Nos mercados, cada novo segundo é um momento com características diferentes de todos os anteriores. Cabe ao Profissional de Marketing gerir o segundo atual, mas também ter a habilidade de antecipar os próximos segundos. Ao anteciparmos o futuro, identificando as tendências, conseguimos perceber as necessidades dos mercados e apostar em novos produtos ou em novas soluções.
  • Pesar o valor das Marcas - Perceber o valor das marcas, e de que forma a sua tradição influência os consumidores, é uma parte importante do nosso trabalho. Essa competência faz com que saibamos atribuir valor ao que merece ter valor, e retirar importância ao que não é estratégico ou determinante para o sucesso. Este exercício de saber distinguir “o trigo do joio” estimula o nosso lado mais pragmático. Sabemos que, aquilo que não produz mais-valias qualitativas ou quantitativas, não merece o nosso tempo e o nosso investimento.
  • Medir, Medir, Medir - Somos obcecados com a monitorização dos resultados. É da leitura dos outputs que conseguimos interpretar os efeitos do nosso trabalho. Como gestores que somos, sabemos o significado e a diferença entre eficácia e eficiência. Tentamos alcançar as duas. Tão importante como perceber o que conseguimos atingir, é perceber o que precisámos de utilizar para lá chegar, daí a importância de medirmos tudo e de utilizarmos todos os indicadores. A nossa preocupação com as métricas conduz-nos a uma consequente validação da estratégia que escolhemos, ou à implementação de medidas corretivas. Não há espaço para cinzentos, para situações ambíguas ou consumidoras de recursos. O que se desvia dos números é refletido, redesenhado e implementado.

A ideia de um dia termos um governo composto por Profissionais de Marketing pode fazer-nos sorrir. “Que ousadia imaginar isto”, dirão alguns. Mas, se juntarmos aquilo que sabemos (tão bem) fazer, àqueles que são os principais problemas de Portugal, talvez esta ideia romântica faça todo o sentido.

Artigo publicado na Revista Marketing Farmacêutico nº66.
Nuno Nunes
Gestor de Marketing
www.nunonunes.pt

Avatar of APPM

APPM

A APPM TV é uma plataforma de TV online especializada em conteúdos de Marketing e Comunicação , que tem como objectivos a produção , a curadoria e a transmissão de conteúdos relevantes para a comunidade de profissionais de marketing portuguesa.
Avatar of APPM

Add a comment

Arquivo

Próximos Eventos

  • Nenhum evento

Assine a Newsletter:

  • Conheça semanalmente todas as ofertas que temos para si.