LOOK OUTSIDE: “O melhor de dois mundos”

A rubruca “LOOK OUTSIDE” desta semana conta com mais uma participação de Andreia Vaz. A Andreia é Senior Innovation Manager da Diageo. A viver em Londres desde 2010, é especialista em Inovação e na Construção de marcas das mais variadas indústrias – Media, Telecomunicações e FMCG. É apaixonada por criar , aprender e descobrir. Vai partilhar connosco o artigo “O melhor de dois mundos”.

Andreia Vaz /”O melhor de dois mundos”

andreiavaz-224x300

Agosto é para a maior parte de nós, portugueses, o mês das férias de verão, o mês para parar e re-energizar, mas para outros é também um mês de trabalho e de “mergulho” no futuro…

Nessa tarefa de olhar para o futuro, dei comigo a ler as “10 Tendencias-Chave Globais” (Fonte: Euromonitor) e fiquei com a sensação de que o futuro dramatizado nos filmes da nossa adolescência (como Mad Max, Underwater, Star Wars ou A.I.) está cada vez mais perto de se tornar realidade ou já é o futuro dos dias de hoje.

A minha ficção imaginária, de viver em 2050 e conduzir um carro elétrico (ou até mesmo um carro sem rodas que voa ligeiramente acima do chão) http://www.bmw.co.uk/en_GB/new-vehicles/bmw-i/i3/2013/charging.html (confirmo que já vi alguns destes nas ruas de Londres!); chegar a casa e abrir a porta da rua com leitura de retina ou activar música e ligar electrodomésticos apenas com comando de voz (tecnologias como SEP 2.0 Implementation http://intelligenthomes.com/#!/page_SERVICES são já uma realidade ou mesmo a famosa Siri da Apple) ou pensar que os meus filhos vão apenas brincar com aparelhos digitais e, até numa certa altura, imaginar-me a pedir-lhes ajuda para configurar uma qualquer App nova que já não sei usar, tal como alguns dos nossos pais nos pediram ajuda para configurar um e-mail ou a conta do Facebook, já não é tão distinto de uma ficção imaginária mas sim uma real realidade que já não é o argumento de um filme de ficção científica dos anos 80.

imagem 1

Esta futura realidade estará democraticamente estabelecida dentro de poucos anos, especialmente em países desenvolvidos, porque o “poder social” está a ganhar força e a procura de “valor pelo nosso dinheiro” importa cada vez mais, há uma consciência maior em procurar valor e usar melhor o dinheiro e por isso, ter acesso a coisas básicas será cada vez mais fácil e rápido. Mesmo nos países sub-desenvolvidos assistimos hoje a um fenómeno social que se chama de “EMC” ou Emerging Middle Class e que representa milhões de facturação para os nossos negócios, especialmente em regiões como Rússia, Europa de Leste ou África. Tal como o IKEA democratizou o design nao só na casa mas também na moda (H&M e COS), a tecnologia será comoditizada muito em breve.

Em 2050, estaremos também todos bem mais novos do que a geração dos nossos pais com a mesma idade; a procura por uma “beleza prolongada” vai tornar-se cada vez mais importante. As preocupações com a Saúde, o Corpo, a luta contra a Obesidade ou por Estilos de Vida mais Saudáveis (ou tambem conhecida como Holistic”) estao a tornar-se centrais nas nossas vidas, especialmente nas grandes cidades onde se estima que irao crescer 10x mais vs. a sua dimensao hoje. Em 2050, estaremos também todos bem mais novos do que a geração dos nossos pais com a mesma idade; a procura por uma “beleza prolongada” vai tornar-se cada vez mais importante. As preocupações com a Saúde, o Corpo, a luta contra a Obesidade ou por Estilos de Vida mais Saudáveis (ou tambem conhecida como Holistic”) estao a tornar-se centrais nas nossas vidas, especialmente nas grandes cidades onde se estima que irao crescer 10x mais vs. a sua dimensao hoje.

A Ciência evoluirá de tal forma, que as pessoas poderão efectivamente viver para além dos 100 anos como já previa o filme “Bicentennial Man” (1999 – em homenagem a Robin Williams que protagoniza o papel principal) onde robots e pessoas co-existem e vivem em harmonia durante longos anos (ver fim do filme) ou tecnologias para manter a nossa memória como se fosse real, serão acessíveis a quase todos, como hologramas em vez de vídeos, das “antigas” fotos em papel ou projecção de slides (que hoje já são vintage), e exemplo disto é a publicidade que já se vê hoje em formato de holograma no Aeroporto de Atenas ou até mesmo impressoras 3D (ver Iris Van Herpen e a sua colecção de vestidos impressos em 3D).   imagem 2

A tecnologia evoluirá e aprenderá a ser cada vez mais emocional. Se hoje pensarmos em soluções como “Netflix” http://en.wikipedia.org/wiki/Netflix (leiam secção “Profiles”) ou “Blinkbox” que possuem sistemas que aperfeiçoam as nossas preferências e aprendem a conhecer-nos, este princípio poderá ser facilmente transformado em Inteligência Artificial como já alguns filmes protagonizaram (A.I. 2001) ou tecnologias como Bionics ou NanoTecnologia transformarão a nossa esperança média de vida e capacidade de reagir a problemas para os quais não tínhamos solução antes.

Em convivência com esta evolução de tecnologia de ponta e ciência, há também o ressurgimento do “Craft” o regresso a uma produção especializada, onde há um Mestre e Aprendizes. “Craft” ou “Artesanal” foi em tempos uma prática antiga, com idade e carácter. Agora funde-se com o futuro. A ciência já nao é um lugar estéril ou de precisão anti-séptica. Está a ser abraçada como uma arte de paixão, criatividade e técnica. Tem coração e visão. Alguns exemplos: www.kiehls.com http://lelabofragrances.com/uk_en/  

imagem 5

  Os mercados de pequenos produtores proliferam e principalmente nas grandes cidades. Em Lisboa, no Príncipe Real já temos um mercado bem conhecido (Praça do Príncipe Real) e pelas grandes metrópoles (Londres, NYC) sao milhares de produtores a vender os seus produtos todos os dias da semana. A procura de bebidas e comida mais saudáveis, com menos álcool ou com ingredientes de origem justa (“fair trade”) são cada vez mais procurados. Em Londres, os Agricultores já se associaram e criaram um website que concentra toda a informação sobre os produtores e onde vendem.   imagem 4

No meio disto tudo, sabe-me bem regressar a Portugal e ver que, aquelas que são grandes tendências, e uma realidade, nós as vivemos de uma forma ou de outra, não só exportando talento na Ciência para todo o mundo e tendo desenvolvido tecnologias não existentes noutros países, mas também continuando a viver de forma despreocupada e simples esta ideia do “Craft” e “Holistic”.

O que mais me dá prazer é ir aos nossos Mercados Municipais e comprar as frutas frescas dos pequenos produtores (porque em Portugal, a maioria, sao pequenos produtores) ou produtores independentes que põem placas na estrada a apontar para as suas casas e que dizem simplesmente “Figos Kg”. Imaginar que qualquer um de nós, pode parar e falar com a D. Aldina e comprar-lhe figos, é um luxo que tem de ser “organizado” e “estruturado” numa grande metrópole (como o website dos Farmer’s) ou transformado numa marca que replica este conceito para que as pessoas possam continuar a ter esta experiência.

Avatar of APPM

APPM

A APPM TV é uma plataforma de TV online especializada em conteúdos de Marketing e Comunicação , que tem como objectivos a produção , a curadoria e a transmissão de conteúdos relevantes para a comunidade de profissionais de marketing portuguesa.
Avatar of APPM

Add a comment

Arquivo

Próximos Eventos


Assine a Newsletter:

  • Conheça semanalmente todas as ofertas que temos para si.