1. Telemóvel- Um eufemismo dos nossos dias

    Telemóvel- Um eufemismo dos nossos dias

    Nuno Rodrigues, formador do Curso de Mobile Marketing, está esta semana na rubrica “Marketing Academy” com o artigo “Telemóvel- Um eufemismo dos nossos dias”. Chamar telemóvel ao equipamento que nos acompanha a todo o momento poderá ser considerado um eufemismo se pensarmos na quantidade de actividades diferentes que fazemos com...

    Ler mais...

  2. Marketers: já não somos quem queríamos ter sido

    Marketers: já não somos quem queríamos ter sido

    Sabemos que com o aparecimento das redes sociais, a nossa rotina se alterou todos os dias, até ao dia de hoje. O que antes era uma comunicação in-realtime, in-loco, in-face-to-face, hoje em dia a comunicação, para além de ser quase sempre in-social-media, é, impreterivelmente, constante, não pára, não desliga. Para...

    Ler mais...

  3. O Crepúsculo das Marcas / The New Yorker

    O Crepúsculo das Marcas / The New Yorker

    Há precisamente 1 ano atrás, a Lululemon Athletics, uma marca especializada em vestuário para Yoga era uma das marcas mais quentes do Mundo. As vendas das suas roupas de preço elevado estavam a explodir, a empresa expandia-se para novos mercados; e especialistas estavam deslumbrados com a sua performance, “Eles são...

    Ler mais...

  4. ARTE. Celebrá-la ou vendê-la?

    ARTE. Celebrá-la ou vendê-la?

    Hoje esbarrei com a história do artista Ettiene Lavie, que na sua intervenção artística mais recente ocupou um conjunto de espaços publicitários nas ruas de Paris com reproduções dos principais clássicos da pintura mundial. O seu intuito era apenas celebrar a arte. Trazê-la para junto dos cidadãos e ao mesmo...

    Ler mais...

  5. Kotler e Aristóteles: enfim, juntos.

    Kotler e Aristóteles: enfim, juntos.

    Ainda tentei googlar para ver se encontrava o texto original. Não tive sorte. E olha que a publicação original do post foi há poucos meses atrás. Este é o mundo que vivemos: tudo muito rápido, tudo muito descartável. O que eu procurara era um texto do ex-publicitário argentino Fernando Vega...

    Ler mais...

  6. Será 2014 o ano para inverter a espiral promocional?

    Será 2014 o ano para inverter a espiral promocional?

    No actual cenário de aparente recuperação económica sustentada numa ténue progressão do consumo das famílias, e após 3 anos de forte contracção do consumo, os marketers devem colocar esta pergunta, associada a outras duas que, no seu conjunto, nos permitem reflectir sobre as estratégias de actuação nos próximos tempos: 1)...

    Ler mais...

Arquivo

Próximos Eventos


Assine a Newsletter:

  • Conheça semanalmente todas as ofertas que temos para si.